Menu

Garantido conquista o seu 32º título de Campeão com o tema "Nós, o povo"

Garantido conquista o seu 32º título de Campeão com o tema Notícia do dia 01/07/2019

Com uma diferença de oito décimos (0,8), o Boi Garantido venceu o 54º Festival Folclórico de Parintins e conquistou o 32º título de sua história. A apuração das notas aconteceu na tarde desta segunda-feira (1º), no Bumbódromo de Parintins (cidade a 325 quilômetros de Manaus).
Apresentando o tema "Nós, o Povo", o bumbá da Baixa do São José somou 1.258,4 pontos contra 1.257,6 do Boi Caprichoso. As duas últimas noites de Festival foram vencidas pelo Garantido. Já a primeira acabou empatada. Veja as parciais abaixo.
 
1ª Noite: Garantido e Caprichoso empatados com 419,2 pontos
2ª Noite: Garantido venceu com 419,6 contra 419,0 do Caprichoso
3ª Noite: Garantido venceu com 419,6 contra 419,4 do Caprichoso.
 
Ambas as associações perderam 1 décimo de pontuação no primeiro dia - o Garantido por permitir a entrada de um músico antes do tempo permitido de apresentação, e o Caprichoso por manter um integrante na Arena depois do permitido. Durante a apuração, a Comissão de Jurados enalteceu o Festival de Parintins, mas condenou o 'Black Face'.
Na disputa específica entre as galeras, a do Garantido também levou a melhor: 90 pontos contra 89,6 do Caprichoso, na soma das três noites.
Tema
Para resgatar o título perdido nos dois últimos anos, o Garantido exaltou as lutas, alegrias e a liberdade do povo brasileiros nas três noites. O boi dividiu as apresentações em três subtemas: “O Boi das Lutas do Povo”, o “Boi da Alegria do Povo” e “Garantido: o Boi da Liberdade do Povo”.
O vermelho e branco deste ano foi concebido a partir da genialidade artística do coordenador da Comissão de Arte do Garantido, Júnior de Souza, sob a presidência do advogado  Fábio Cardoso e na voz inconfundível de Sebastião Júnior, o “Uirapuru da Amazônia”.
Apresentações
Com um discurso emocionado de Maria do Campo Monteverde, filha de Lindolfo Monteverde, criador do Boi Garantido, e com o bumbá no meio da galera vermelha e branca. Foi assim que o Garantido deu início ao espetáculo Nós, O Povo, que abriu o Festival Folclórico de Parintins 2019 na última sexta-feira (28). No mesmo dia, a jornalista da TV A Crítica, Naiandra Amorim, compartilhou vocais com as cantoras Márcia Siqueira e Roci Mendonça na canção "Rosas Vermelhas".
No segundo dia do Festival Folclórico, o Garantido abriu sua apresentação com a toada Povo do Garrote na voz do apresentador Israel Paulain. "Viva São João” foi a Celebração Folclórica, trazendo personagens alegóricos gigantes do festejo junino como o célebre sanfoneiro Luiz Gonzaga, o "Rei do Baião", dançarinas de quadrilha, o batuqueiro do Boi Garantido, duas fogueiras e o próprio homenageado São João, que conduziu o Boi Garantido, o dono da festa, encarnado pelo tripa oficial Denildo Piçanã.
Nesse domingo (30), o estreante pajé Adriano Paketá protagonizou um grande momento na terceira noite de Festival Folclórico de Parintins. Depois de participar de uma coreografia com as tribos do Boi da Baixa do São José, ele inovou ao comandar o momento tocando tambor.
O Garantido usou de seu repertório de toadas tradicionais para apostar na emoção em uma sequência musical que levantou a galera vermelha e branca. De sucessos de Chico da Silva a  toadas deste ano, o passeio mexeu com as emoções até mesmo do levantador Sebastião Júnior.

Texto retirado do Portal A Crítica. Para acessar a reportagem original, clique aqui.