Menu

Diversidade e Resistência são destaques na segunda noite do Garantido

Diversidade e Resistência são destaques na segunda noite do Garantido Notícia do dia 01/07/2018

O respeito da cultura, crenças e cores da humanidade foi a causa defendida pelo Garantido na segunda noite do Festival Folclórico de Parintins 2018, sábado, 30 de junho. Uma noite perfeita e de certeza da vitória. O bumbá abriu o espetáculo empunhando a bandeira da diversidade cultural levando sua nação ao delírio.

Em cima de uma lança, o inigualável apresentador Israel Paulain, chegou até a galera e arrepiando o torcedor da Baixa de São José. A tradicional contagem estremeceu o Bumbódromo seguida pelos sucessos de 2018 "Nasci Pra Ser Vermelho" e "Perrechés do Brasil" na voz de Sebastião Junior.

No momento da toada "Cores da Fé", o Bumbá mais campeão de Parintins reuniu representantes da fé católica, umbanda, indígena e outras crenças que tornam o mundo tão diverso. "Viva a diversidade, bandeira do boi da promessa", entoa o discurso poético e crítico da toada vermelha que emocionou a todos.

As alegorias surpreenderam. Os artistas da Baixa montaram grandiosas estruturas alegóricas que impactaram a galera que foi ao delírio.

Um dos momentos mais impressionantes do Festival 2018, a lenda amazônica da “Matinta Perê” superou os 20 metros de altura, feita pelo artista Roberto Reis. Os movimentos realistas das alegorias, transformações, e a aparição da rainha do folclore Brenda Beltrão, enlouqueceu o público nas arquibancadas

O ritual indígena trouxe para a arena o “Marupiara, guerreiro Mundurucu”. Cada desafio do guerreiro Marupiara era detalhado na alegoria do artista Marialva Brandão. O pajé dos pajés André Nascimento e a cunhã-poranga Isabelle Nogueira, surgiram no ritual de iniciação Mundurucu.

A galera vermelha e branca mais uma vez mostrou a força do povo da Resistência Cultural. Vários foram as demonstrações de satisfação e certeza da Vitória que não finalizaram com a apresentação do Garantido. Nas escadas, o item 19 se juntou a Batucada que saiu em comemoração a apresentação memorável do Boi de Lindolfo.

Texto Eldiney Alcântara E Cayo Dias
Fotos Paulo Sicsu
Agência Garantido de Notícias