Sobre o Boi Garantido

O Boi-Bumbá Garantido é uma das duas Associações Folclóricas que disputam o festival folclórico do Brasil: o Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas. Criado pelo pescador Lindolfo Monteverde, ainda no início do século passado, o Boi Garantido era uma brincadeira de criança que evoluiu com o tempo. Seu criador era descendente de escravos, humilde pescador nascido na ‘Baixa de São José’, bairro pobre, vila de pescadores negros e mestiços da remota Parintins dos anos 1900. Lindolfo, era um gênio popular, desses que nascem na adversidade, como Luiz Gonzaga no empobrecido sertão nordestino.
Por volta dos seis ou sete anos, Lindolfo colocava um curuatá (invólucro da folha de uma palmeira), nas costas e dizia ser um boizinho, imaginando as histórias que seus avós contavam da terra de onde tinham vindo.
Seu símbolo é o “coração”, que fica localizado na testa do boi. Suas cores são o vermelho e o branco. É também conhecido como o "Boi do Povão", "Boi da Paixão" e "Boi da Promessa".
O nome Garantido, com o qual Lindolfo batizou seu boi, deriva das batalhas de rua que tiveram seu auge nos anos 1950 e 1960. As batalhas eram encontros entre os bois, que surgiram na ilha de Parintins, por volta dos anos 1920 e 1930. Por ser “duro na queda”, Lindolfo dizia que na hora em que o Garantido dava uma “cabeçada” no outro boi, sua madeira (chifre) era firme e se “garantia” no confronto. O Mestre Lindolfo Monterverde possuía uma voz potente e uma extrema facilidade para o jogo de rimas. Assim, era sempre vencedor nos duelos de repentes, lutas poéticas que em Parintins são denominadas de “desafio”.
Apesar de ter sido criado para ser uma brincadeira de pescadores, o boi Garantido tem sua identidade preservada, a partir de uma promessa de vida. Se não fosse a promessa, talvez hoje o Garantido não existisse. Lindolfo Monteverde era devoto de São João Batista. Ainda jovem, ficou gravemente enfermo. Ele e sua família, prometeram ao santo junino, que caso Lindolfo Monteverde tivesse o pedido de cura alcançada, teria por obrigação “por o boi na rua” a cada 24 de junho, dia de São João Batista. Graça alcançada, é promessa cumprida. Mesmo tendo falecido em 1979, todos os anos, seus descendentes põem o boi Garantido para sair nas ruas de Parintins. Sempre após a Ladainha ao Santo (missa cantada), que acontece na Baixa de São José. Nessa noite as fogueiras, os fogos de artifícios, jovens, velhos e crianças seguem o boi pelas ruas de Parintins. O povo, as toadas e a lua, são as companhia do boi de Lindolfo no pagamento da promessa feita a mais de 80 anos.

Itens Individuais

ISRAEL PAULAIN - Item 1 - Apresentador

Mestre de cerimônia do bumbá Garantido, Israel Paulain é apresentador do Boi Garantido desde 2002, quando substituiu Paulinho Faria. Sua função é apresentar, representar, narrar e animar o espetáculo apresentado na arena. É cantor, compositor e em 2017 comemora 16 anos como item do Garantido. Oriundo de uma tradicional família do boi contrário, é a única “ovelha vermelha” da família. Ele introduziu a teatralidade na apresentação, garantindo hegemonia no item desde então.

SEBASTIÃO JUNIOR - Item 2 - Levantador de Toadas

Natural de Juruti, no Pará, Sebastião Júnior é conhecido como “Uirapuru da Amazônia”, pela bela voz. É quem interpreta as toadas no festival. Sua voz conduz o tema. Violonista, guitarrista, compositor e cantor, assumiu como levantador em 2010, trazendo  inovação ao item. É um verdadeiro show man. Um personagem polivalente, ativo e completo, que além de cantar também dança as coreografias, interagindo com o espetáculo, durante a apresentação.

EDILENE TAVARES - Item 5 - Porta-estandarte

Edilene Tavares - é dançarina profissional do Garantido. Compõe ha mais de dez anos a Companhia de Dança Folclórica Garantido Show fazendo parte do elenco vermelho em vários eventos pelo Brasil. Participou de varias edições do Festival Folclórico onde se destacou na Lenda do Boto do ano 2011, ao lado de Sebastião Júnior. Tem a responsabilidade de ostentar o símbolo do Boi mais campeão de Parintins. Estreou como porta estandarte na última noite do Festival 2017, levando a ao delírio a nação vermelha e branca.

TONY MEDEIROS - Item 6 - Amo do Boi

João Wellington de Medeiros Cursino, o Tony Medeiros é Amo oficial do Boi Bumbá Garantido desde 1995, quando substituiu João Batista Monteverde, filho do Mestre Lindolfo, sendo o terceiro Amo na história do Garantido. Simboliza o colono, que trouxe a cultura da criação de gado a Amazônia. É o dono da fazenda dentro do contexto folclórico do auto do boi. Poeta e compositor, exalta o boi em seus versos.

DJIDJA CARDOSO - Item 7 - Sinhazinha da Fazenda

Djidja Cardoso, 25 anos, representa Sinhazinha da Fazenda, a filha do dono da fazenda, personagem do auto do boi. Filha de tradicional família de torcedores do boi Garantido. Foi campeã na estreia em 2016.

CONCURSO EM ANDAMENTO - Item 8 - Rainha do Folclore

O item representa toda a graça e a síntese dos folguedos brasileiros, representando o sincretismo cultural. 

ISABELLE NOGUEIRA - Item 9 - Cunhã-Poranga

Isabelle deixa a coroa de rainha do folclore, posto assumido em 2014, e empunha agora o arco e flecha da guerreira vermelha. O item tem um histórico de vitórias no Festival Folclórico de Parintins. A nova cunhã garante que assume um compromisso ainda maior com a nação vermelha e branca. "Eu amo o item cunhã-poranga, porque a dança de cunhã é solta, é uma dança de guerra, que representa tudo que já vivi na minha vida dentro e fora do festival", disse.

DENILDO PIÇANÃ - Item 10 - Tripa do Boi [Boi-bumbá Evolução]

Parintinense da Baixa do São José, Denildo Piçanã, dá vida ao boi Garantido desde 1995. Piçanã é responsável pelos movimentos que dão vida ao boi-bumbá Garantido, feito de fibra, espuma e pano. Denildo Piçana é discípulo de Jair Mendes criador dos movimentos do boi de pano. Ele é responsável por aperfeiçoar os movimentos robóticos que permite ao boneco imitar movimentos de um boi.

ANDRÉ NASCIMENTO - Item 12 - Pajé

Com sua dança e pajelança, André Nascimento, encarna o Pajé, item 12 do Boi-Bumbá Garantido. André começou no Garantido em 1999. Nascido no coração do boi vermelho, na Baixa do São José, desde menino brinca no Boi da promessa. Foi integrante da Batucada e Tuxaua, além de ter participado do bailado corrido e ter sido integrante do ritual. Sua primeira vez brincando no bumbá foi quando tinha 14 anos e numa peraltice de criança, fugiu de casa para brincar no boi